ReportórioAdaptações › Ser ou não ser

 

 

Letra: Sérgio Godinho

Ser ou não ser gente 
ter ou não ter sonhos 
mais exactamente 
vir 
à tona dos sonhos 
Ter sempre a certeza das dúvidas 
por via das dúvidas saber o que achar

Dobradores do ferro 
sopradores do vidro 
na margem do erro ser 
claro como o vidro 
Ter sempre a destreza da prática 
por via da prática saber o que achar

Ah, morrer, dormir, talvez sonhar 
mas então 
que outros sonhos virão? 
Morrendo, vivendo, dormindo 
talvez que sonhando ...

Ter sempre a certeza da música 
por via da música tocar e cantar 
Sedutores da musa 
amadores da alma 
mesmo que difusa 
ser a imagem de alma 
Ter sempre a clareza da fábula 
por via da fábula saber o que achar

Dedos semelhantes 
às velozes aves 
mesmo que distante 
ouvir 
o chamar das aves 
Ter sempre a afoiteza do pássaro 
por via do pássaro subir e pousar

Ah, morrer, dormir, talvez sonhar 
mas então 
que outros sonhos virão? 
Morrendo, vivendo, dormindo 
talvez sonhando ...

Ter sempre a certeza da música 
por via da música tocar e cantar